Tertecman

Ponte Rolante Pontes Rolantes Manutencao de Ponte Rolante



Ponte Rolante Pontes Rolantes Manutencao de Ponte Rolante



Ponte Rolante Pontes Rolantes Manutencao de Ponte Rolante



Ponte Rolante Pontes Rolantes Manutencao de Ponte Rolante



Notícias

RSS Feed - Notícias - Mantenha-se Informado


18/11 - País tem pelo menos 177 concursos públicos com inscrições abertas para mais de 22 mil vagas
Cargos são em todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 15,675.60 na Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Pelo menos 177 concursos públicos estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (18) e ofertam, juntos, cerca de 22 mil vagas em todo o país. Há oportunidades para cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 15.675,60 na Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Só na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) há 2.464 vagas abertas. CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. Dos concursos em aberto, ao menos 16 iniciam o prazo de inscrições nesta segunda-feira (18) com oferta de cerca de 2 mil vagas. Só na Prefeitura de Governador Valadares, em Minas Gerais, há 1.150 vagas. Já no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará, onde há três vagas, os salários chegam a R$ 12.455,30. Veja abaixo os detalhes dos concursos que abrem as inscrições nesta segunda: Prefeitura de Governador Valadares (MG) Inscrições: até 18/12/2019 1.150 vagas Salários de até R$ 5.075,30 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) do Paraná Inscrições: até 22/11/2019 65 vagas Salários de até R$ R$ 3.657,27 Cargos de nível superior Veja o edital Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia Inscrições: até 22/112019 63 vagas Salários de até R$ 3.394,64 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva - IMES (SP) Inscrições: até 22/11/2019 35 vagas Cargos de nível superior Veja o edital Prefeitura de Castelo (ES) Inscrições: até 28/11/2019 35 vagas Salários de até R$ 9.565,89 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de São Bento do Sapucaí (SP) Inscrições: até 02/12/2019 43 vagas Salários de até R$ 4.081,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Sebastião Leal (PI) Inscrições: até 16/12/2019 75 vagas Salários de até R$ 5.000,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Riachinho (MG) Inscrições: até 17/12/2019 38 vagas Salários de até R$ 5.742,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Câmara de Cana Verde (MG) Inscrições: até 18/12/2019 4 vagas Salários de até R$ 2.500,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Gurinhém (PB) Inscrições: até 18/12/2019 38 vagas Salários de até R$ 1.200,00 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Prefeitura de Terra Santa (PA) Inscrições: até 27/12/2019 294 vagas Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Câmara Municipal de Bragança Paulista (SP) Inscrições: até 07/01/2020 5 vagas Salários de até R$ 4.731,15 Cargos de nível médio Veja o edital Prefeitura de Campo Grande (RS) Inscrições: até 19/11/2019 180 vagas Salários de até R$ 1.400,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Floresta do Araguaia (PA) Inscrições: até 17/12/2019 14 vagas Cargos de nível médio e superior Veja o edital Tribunal Regional Eleitoral do Pará (PA) Inscrições: até 18/12/2019 3 vagas Salários de até R$ R$ 12.455,30 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Associação Reabilitar (PI) Inscrições: até 18/12/2019 Cadastro Reserva Salários não informado Cargos de nível superior Veja o edital
Veja Mais

18/11 - Ribeirão Preto, Sertãozinho e Barretos têm vagas de emprego abertas; veja lista
Há oportunidades eletricista, caminhoneiro, mecânico, vendedor, jardineiro e professor de inglês. Candidatos devem levar documentos pessoais aos PATs e a agência de recursos humanos. Carteira de Trabalho Divulgação Ribeirão Preto (SP), Barretos (SP) e Sertãozinho (SP) oferecem vagas de emprego nesta segunda-feira (18). Há oportunidades para eletricista, caminhoneiro, mecânico, vendedor, jardineiro, gerente industrial, professor de inglês, entre outros. Pessoas com deficiência podem se candidatar aos cargos de auxiliar de eletricista, operador de telemarketing, pedreiro, servente de obras e auxiliar de produção. Os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) informam que o número de vagas pode sofrer alterações porque muitas oportunidades são preenchidas rapidamente, assim que divulgadas. Os interessados devem comparecer às unidades (veja endereços abaixo) e a uma agência de RH com documento de identidade, CPF, carteira de trabalho ou número de PIS/NIT e comprovante de residência. Ribeirão Preto O PAT está localizado no Morro do São Bento, s/nº, no mesmo prédio da Secretaria Municipal de Administração. O atendimento é feito de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 16h. Todas as vagas exigem experiência mínima de seis meses comprovada em carteira de trabalho. Ajudante de eletricista: ensino fundamental completo Armador de estrutura de concreto: ensino médio completo Auxiliar de cozinha (vaga noturna): ensino fundamental incompleto Auxiliar de faturamento: ensino médio completo Auxiliar de marceneiro: ensino fundamental completo Caldeireiro: ensino médio incompleto Corretor de imóveis: ensino médio completo Empregada domestica: ensino fundamental completo Eletricista: ensino médio completo Eletricista auxiliar: ensino fundamental completo Garçom (vaga noturna): ensino fundamental incompleto Montador hidráulico: ensino fundamental completo Montador elétrico: ensino fundamental completo Montador de andaimes: ensino fundamental completo Motorista carreteiro: ensino médio completo, carteira de habilitação e disponibilidade para viagens Operador de máquinas (vaga temporária por 5 meses): ensino médio completo Pedreiro: ensino fundamental completo Pintor de obras: ensino fundamental completo Soldador: ensino fundamental completo Vendedor pracista: ensino médio incompleto. Eletricista (vaga para pessoa com deficiência): ensino fundamental completo Operador de telemarketing (vaga para pessoa com deficiência): ensino médio completo Pedreiro (vaga para pessoa com deficiência): com ensino fundamental completo Servente de obras (vaga para pessoa com deficiência): com ensino fundamental incompleto Há uma unidade do PAT no Poupatempo, na Avenida Presidente Kennedy, nº 1.500, no Novo Shopping. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e aos sábados, das 9h às 15h. Todas as vagas exigem experiência mínima de seis meses comprovada em carteira de trabalho. Açougueiro: ensino fundamental completo Desenhista de desenho animado: ensino médio completo Gerente de departamento de vendas: ensino médio completo Motorista entregador: ensino fundamental incompleto Tapeceiro de autos: ensino fundamental incompleto Vendedor pracista de frios e bebidas: ensino médio completo e veículo próprio. A agência Impacto Now Recursos Humanos busca profissionais para a vaga abaixo. Os interessados devem ir nesta segunda, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30, à Rua Pompeu de Camargo, nº 256, nos Campos Elíseos, com currículo e carteira de trabalho, ou realizar o cadastro no site da empresa. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3635-2776. Caseiro (vaga para trabalhar em Serrana-SP): com experiência comprovada em carteira de trabalho e carta de referência dos últimos empregadores. O candidato deve ser preferencialmente aposentado, com mais de 40 anos, e ter veículo próprio, já que não há linhas de ônibus que passam pela região. O salário oferecido é de R$ 1,5 mil. Barretos O PAT atende no Poupatempo, localizado ao lado do North Shopping, na Via Conselheiro Antônio Prado, nº 1.400. O atendimento é de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. A maioria das vagas exige experiência. Açougueiro Alinhador de veículos: ensino fundamental completo e carteira de habilitação nas categorias A e B Auxiliar de mecânico de automóveis Corretor de imóveis autônomo: ensino médio completo e carteira de habilitação nas categorias A e B Cozinheiro de restaurante: ensino fundamental incompleto e experiência no preparo de receitas de pratos quentes, frituras, sobremesas e saladas, além de montagem de marmitex e reposição de pratos Cozinheira de restaurante: ensino fundamental incompleto Educador social: ensino médio completo e experiência com adolescentes Estoquista e entregador: ensino médio completo e carteira de habilitação nas categorias A e B Mecânico industrial: ensino médio completo e curso de mecânico industrial Monitor de estacionamento rotativo: não exige experiência Operador de empilhadeira: ensino fundamental completo e curso de operador de empilhadeira Professor de inglês: ensino médio completo Representante técnico de vendas: ensino médio completo e experiência em vendas de consórcios de veículos Sertãozinho O PAT fica na Rua Voluntário Otto Gomes Martins, nº 1.380, no Centro. O atendimento é de segunda-feira a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 17h. O telefone é o (16) 3942-3714. A maioria das vagas exigem experiência. Atendente Ajudante de andaime: disponibilidade para viagem Ajudante de elétrica: disponibilidade para viagem Ajudante de hidráulica: disponibilidade para viagem Auxiliar de limpeza: carteira de habilitação na categoria A Caldeireiro: disponibilidade para viagem Consultor comercial: com veículo próprio Corretor de imóveis: ensino médio completo e carteira de habilitação na categoria B Eletricista: com cursos NR-10 e NR-35, e carteira de habilitação nas categorias A e B Eletricista de autos (vaga disponível em Serrana): carteira de habilitação na categoria B Eletricista de caminhão Faxineira Gerente industrial (vaga disponível em Itaí-SP) Instalador de cortinas: carteira de habilitação na categoria B Jardineiro: carteira de habilitação na categoria A Mecânico de caminhão Mecânico de empilhadeira: com cursos relacionados Mecânico de manutenção agrícola (vaga disponível em Serrana): carteira de habilitação na categoria B Mecânico de máquina agrícola (vaga disponível em Itaí): carteira de habilitação na categoria B Mecânico de veículos: carteira de habilitação nas categorias A e B Mecânico de veículos pesados (vaga disponível em Barrinha) Montador de andaime: disponibilidade para viagem Montador hidráulico: disponibilidade para viagem Montador de redutor Motorista de carreta (2 vagas): carteira de habilitação na categoria E, cursos de Movimentação Operacional de Produtos Perigosos (Mopp) e de direção defensiva Motorista entregador: ccarteira de habilitação na categoria D, disponibilidade para viagem, além de cursos Mopp e de direção defensiva Operador de centro de usinagem (vaga disponível em Serrana): com cursos relacionados Operador de negócios: carteira de habilitação e veículo próprio Operador de telemarketing Operador de motoniveladora (vaga disponível em Itaí) Pintor industrial: com disponibilidade para viagem Praticante de montagem Programador de centro de usinagem: com curso relacionado Promotor de vendas: carteira de habilitação nas categorias A e B, moto própria e disponibilidade para viagem Roçador Serralheiro (vaga disponível em Pontal) Soldador: disponibilidade para viagem Supervisor de colheita mecanizada (vaga disponível em Itaí): ensino superior Supervisor de controle de frota (vaga disponível em Itaí): curso técnico e carteira de habilitação nas categorias A e B Torneiro mecânico: com curso relacionado Torneiro mecânico (vaga disponível em Ribeirão Preto): com curso relacionado Vendedor externo: carteira de habilitação nas categorias B e C, carro próprio e disponibilidade para viagem Vidraceiro: carteira de habilitação na categoria B Vigilante: com curso relacionado e carteira de habilitação na categoria A Auxiliar de produção (vaga para pessoa com deficiência): sem experiência Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Veja Mais

18/11 - Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados em 17 estados nesta segunda, diz Anatel
Medida vale para Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Saiba como atualizar o seu cadastro. Os celulares pré-pagos que não tiverem cadastro atualizado após terem recebido notificação das operadoras terão as linhas bloqueadas nesta segunda-feira (18). A medida da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vale para consumidores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Celulares pré-pagos estão perdendo espaço para os pós no Brasil Segundo a Anatel, menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dos 17 estados apresenta alguma pendência cadastral. Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas operadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. O objetivo, segundo a agência, é garantir uma base cadastral "correta e atualizada", a fim de evitar a ocorrência de fraudes (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores. Como atualizar o cadastro Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá fazer a atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro. Para garantir que o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada, o consumidor pode conferir os números utilizados pelas prestadoras para envio destas mensagens na página Cadastro Pré-Pago, no portal da Anatel na internet. Linhas bloqueadas em outros estados O Projeto Cadastro Pré-Pago foi dividido em 3 etapas. A primeira, que se termina nesta segunda, foi voltada à notificação dos consumidores com cadastro desatualizado. Ela foi subdividida em três fases: entre abril e agosto últimos, envolveu linha com código 62, do estado de Goiás, onde 4,3 mil linhas foram bloqueadas e 3,6 mil foram atualizadas – 46% dos cadastros notificados; entre agosto e outubro, foram incluídos o Distrito Federal e os estados do Acre, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia, Santa Catarina, Tocantins, além das regiões abrangidas pelos códigos 61 e 64, ambos de Goiás. Foram bloqueadas 40 mil linhas e mais de 29 mil foram atualizadas (37% das notificadas). agora, em 18 de novembro, as linhas dos demais estados notificadas e que não forem atualizadas serão bloqueadas. Em 2020, serão iniciadas a segunda e a terceira etapas do Projeto Cadastro Pré-Pago. Elas incluem um Portal de Consulta de Linhas por CPF, previsto para o dia 6 de janeiro, e "outras medidas para melhoria dos procedimentos de habilitação de novos chips", que a a Anatel não detalhou.
Veja Mais

18/11 - Campinas abre inscrições para contratação de 250 agentes de educação infantil; salário é de R$ 2,2 mil
Aprovados terão auxílio-alimentação e vale-transporte. Processo seletivo é feito pela prefeitura em caráter emergencial. Veja o edital. A Prefeitura Municipal de Campinas abre inscrições para agentes de educação infantil. Toninho Oliveira/Prefeitura Municipal de Campinas O processo seletivo para contratação emergencial de 250 agentes de educação infantil em Campinas (SP) abre inscrições nesta segunda-feira (18), a partir das 8h. Os aprovados terão salário de R$ 2.264,99, além de benefícios como auxílio-alimentação de R$ 1.041,51 e vale-transporte. Os interessados devem ter ensino médio completo e podem fazer a inscrição até as 14h de 27 de novembro. O contrato é temporário, de 12 meses. O processo seletivo é feito pela Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp), e as inscrições têm custo de R$ 20. Edital foi publicado no Diário Oficial (D.O.) de 14 de novembro A carga horária de trabalho é de 32 horas semanais. A publicação da classificação final no D.O.está prevista para 7 de janeiro. A prefeitura estima que quatro mil pessoas serão selecionadas, e poderão ser convocadas durante o período de validade do edital. Prova de títulos A seleção será feita por prova de títulos e a prefeitura vai considerar documentos que comprovem cursos relacionados à função de agente de educação infantil e realizados nos últimos cinco anos, além de experiência na área de educação infantil desde 2009. Os responsáveis pelo processo vão analisar a documentação e definir a pontuação de cada candidato para listar a classificação. Falta de monitores Em 5 de novembro, o G1 noticiou que a falta de monitores fez com que a CEI Sônia Maria Alves Castro Perez, do Jardim Paraíso de Viracopos, limitasse o número de crianças atendidas e tivesse de liberar os alunos aos pais no meio do dia. A unidade é de período integral. Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Veja Mais

18/11 - Empregos: Grande Recife e Zona da Mata oferecem 91 vagas
Há 33 oportunidades para pessoas com deficiência, nesta segunda (18). Nove municípios concentram os postos de trabalho. Há vagas para cozinheiros em Ipojuca Senac DF/Divulgação Noventa e uma vagas estão disponíveis, nesta segunda-feira (18), em nove cidades do Grande Recife e Zona da Mata de Pernambuco. Do total de oportunidades, há 33 postos de trabalho para pessoas com deficiência. Há vagas para quem tem ensino fundamental, médio e superior, de acordo com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq). As vagas estão disponíveis nas cidades do Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ipojuca, Nazaré da Mata, Paudalho, Recife, São Lourenço da Mata e Vitória de Santo Antão. Caso haja interesse em alguma das vagas, é necessário comparecer a uma das unidades da Agência do Trabalho. Confira as oportunidades Vagas de emprego Vagas para pessoas com deficiência
Veja Mais

18/11 - Receita Federal paga restituições do 6º lote do IR 2019 nesta segunda-feira
Lote contempla 1,37 milhão de pessoas e pagará total de R$ 2,1 bilhões em 18 de novembro. Consultas devem ser feitas pelo site da Receita, por aplicativo ou telefone. A Secretaria da Receita Federal paga nesta segunda-feira (18) as restituições do sexto lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2019, e de lotes residuais de anos anteriores. Segundo o Fisco, serão pagos R$ 2,1 bilhões a 1.365.366 contribuintes. Desse valor, R$ 1,79 bilhões são referentes ao IR 2019 — ano-base 2018. As consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal na internet. Também é possível consultar pelo aplicativo para tablets e smartphones ou pelo Receitafone 146. Neste ano, a Receita Federal recebeu 30.677.080 declarações até 30 de abril, prazo final para a entrega do documento sem multa. O órgão esperava receber 30,5 milhões de declarações. Malha fina Segundo o Fisco, é possível checar se a declaração foi processada. E se ela estiver já na fila de pagamentos, as informações prestadas estão coerentes com o banco de dados da Receita. Isso indica que a declaração, a princípio, não tem pendências (a Receita Federal tem até cinco anos para pedir esclarecimentos sobre as declarações). A verificação pode ser feita pelo serviço Meu Imposto de Renda da Receita Federal. Para isso, é preciso gerar um código de acesso, a partir do número do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações.
Veja Mais

17/11 - Ufes, Sejus e cinco prefeituras têm seleções abertas no ES
Prefeituras com processos seletivos abertos são Anchieta, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Rio Bananal e Governador Lindenberg. Salários podem chegar a R$ 9 mil. A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) e mais cinco prefeituras capixabas estão com processos seletivos abertos. As oportunidades são para cargos de vários níveis de escolaridade e os salários chegam a R$ 9 mil. Concursos e Emprego no Espírito Santo O G1 preparou uma lista com as oportunidades que estão com editais publicados. Confira: Ufes Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória Luciney Araújo/ TV Gazeta A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) abriu concurso público para professores efetivos. As inscrições começam nesta terça-feira (19) e vão até dezembro, de acordo com o departamento. São seis vagas. Confira os editais. São oportunidades para várias áreas e subáreas. São elas: Engenharia de Produção; Silvicultura e Arborização de Vias Públicas; Medicina/Psiquiatria; Ciência Política/Políticas Públicas; Educação/ Filosofia da Educação; História/História do Brasil/História Regional do Brasil/História Moderna e Contemporânea ou Sociologia/Fundamentos da Sociologia/Sociologia Rural/Teoria Sociológica; Educação/Ensino-Aprendizagem. Os salários variam de acordo com o regime de trabalho e com a titulação, mas podem chegar a R$ 9.616,18. Sejus A Secretaria da Justiça do Espírito Santo (Sejus) abriu processo seletivo para inspetor penitenciário em designação temporária. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 24 de novembro. O sálario é de R$ 2.776,04 mais auxílio alimentação. Confira o edital. Sejus abre processo seletivo para inspetor penitenciário Divulgação/Sejus-ES Os selecionados irão atuar nas unidades prisionais do Espírito Santo exercendo atividades de movimentação e vigilância de presos nas áreas interna e externa da unidade, entre outros. São 100 vagas para a contratação de inspetores penitenciários temporários tanto para o sexo feminino quanto masculino, com formação de cadastro de reserva. É necessário ter Ensino Médio. O regime de escala será de 12x36 ou em horário de expediente de oito horas diárias, totalizando 40 horas semanais, de acordo com a necessidade da Administração. Prefeitura de Anchieta A Prefeitura de Anchieta publicou edital de processo seletivo para contratar, em regime designação temporária, agentes de serviços de cozinha (ASC) e auxiliar de segurança (AS). Confira o edital. As inscrições são gratuitas e de regime presencial e acontecem nos dias 18, 19 e 20 de novembro, no horário das 9h às 12h e das 13h às 16h, no auditório da prefeitura. Baixe as fichas de inscrição. O salário é de R$ 998 para ambos os cargos, para cumprimento de 40 horas semanais. Podem se inscrever maiores de 18 anos. O resultado de classificação inicial está previsto para ser divulgado no dia 22 de novembro. Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim abriu um processo seletivo, nesta quarta-feira (13), para contratação de 46 agentes comunitários de saúde e 19 agentes de combate a endemias, além de cadastro de reserva. Confira o edital. Para ambas as funções a carga horária é de 40 horas semanais e a remuneração, R$ 1.250,00. Das vagas disponíveis, 5% são reservadas para candidatos com deficiência. Os interessados terão até o dia 29 de novembro para efetuarem as inscrições, que devem ser feitas pelo endereço eletrônico da instituição contratada para realizar a seleção: www.incpconcursos.org.br. A seleção será composta por prova objetiva, prova de títulos e comprovação documental. A prova objetiva será aplicada no dia 12 de janeiro de 2020, em dois turnos. Pela manhã, farão a avaliação os inscritos para agente comunitário de saúde, e à tarde, será a vez dos candidatos a agente de combate a endemias. A prova terá 40 questões e duração de três horas. Prefeitura de Castelo A Prefeitura de Castelo abriu Processo Seletivo Simplificado, em regime de Designação Temporária, para vagas na área da Saúde, com 38 vagas imediatas e cadastro de reserva. As inscrições começam nesta segunda-feira (18) e vão até 28 de novembro. Confira o edital. Médicos, dentistas, enfermeiros, assistentes sociais, auxiliar de consultório odontológico e agentes de saúde estão entre os profissionais requisitados. Os salários variam de R$ 662,32 a R$ 9.565,89 mais benefícios, dependendo do cargo. As inscrições serão realizadas, exclusivamente na Sede da Secretaria Municipal de Saúde, situada a Rua José Alves Rangel, nº 57, bairro Santo Andrezinho, de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h. Prefeitura de Rio Bananal A Prefeitura Municipal de Rio Bananal abriu processo seletivo para formação de cadastro de reserva, para contratação temporária de profissionais de diversas áreas. As inscrições começam nesta quarta-feira (20) e vão até 22 de novembro. Confira o edital. A jornada de trabalho varia de 12 a 40 horas semanais e o salário chega a R$ 9.413,00. Serão preenchidas, de acordo com a necessidade da prefeitura, vagas nos cargos de Vigia Noturno, Servente, Atendente, Trabalhador Braçal, Coveiro, Gari, Auxiliar Administrativo, Motorista, Operador de Máquinas, Borracheiro, Eletricista, Técnico em Segurança do Trabalho, Auxiliar Consultório Odontológico, Técnico em Enfermagem, Técnico em Radiologia, Bioquímico, Enfermeiro, Médico Plantonista, Assistente Social, Cuidador Social, Educador Social, Monitor de Educação Infantil, Monitor de Transporte Escolar, Médico e Enfermeiro. As inscrições serão realizadas no período de 20 a 22 de novembro, das 8h às 17h, no Centro de Desenvolvimento Rural, localizado na Avenida 14 de Setembro (entre a Escola Bananal e a Câmara Municipal). Prefeitura de Governador Lindenberg A Prefeitura de Governador Lindenberg abriu processo seletivo simplificado para diversos cargos. As inscrições vão até 27 de novembro, exclusivamente pela internet. Confira o edital. Os cargos disponíveis são para profissionais de nível médio e superior: Monitor de Creche, Professor, Professor - Disciplina Educação Infantil, Professor - Disciplina Educação Fundamental, Professor - Substituto, Professor - Disciplina Arte, Professor - Disciplina Ensino religioso, Professor - Disciplina Educação Física e Professor - Disciplina Educação Especial. Os salários ofertados podem chegar a R$ 1.615,92 por 25 e 30 horas semanais trabalhadas. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Veja Mais

17/11 - Vicência faz seleção com 48 vagas e salários de até R$ 2,5 mil
Oportunidades são para a Secretaria de Assistência Social do município, com cargos de níveis fundamental, médio e superior. Centro de Vicência, na Zona da Mata de Pernambuco Jhenny Andrade/Divulgação A Secretaria de Assistência Social de Vicência, na Zona da Mata pernambucana, abriu as inscrições para uma seleção simplificada com 48 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 998 a R$ 2.500, com carga horária de 30 a 40 horas semanais. As inscrições ficam abertas até o dia 4 de dezembro, exclusivamente pela internet, onde também pode ser consultado o edital do certame. A taxa custa R$ 35 para as vagas de nível fundamental, R$ 39 para nível médio e R$ 42, superior. As vagas são para assistente social, pedagogo, psicólogo, supervisor do programa Criança Feliz, digitador de CadÚnico, entrevistador social, facilitador de oficina (música), recepcionista, assistente técnico de programas sociais, orientador social, educador social, motorista, auxiliar de serviços gerais e visitador. A contratação será, inicialmente, por 24 meses, segundo o edital. O processo seletivo é composto por uma única etapa de análise de experiência e de títulos, sob a responsabilidade do organizador do certame, o Instituto Darwin. O resultado preliminar deve ser divulgado no dia 17 de dezembro, no site do organizador. Já o resultado final, tem previsão de ser publicado no dia 23 de dezembro, na página Prefeitura de Vicência.
Veja Mais

17/11 - Saudi Aramco anuncia venda de 1,5% das ações em IPO, e arrecadação pode chegar a US$ 25 bilhões
Com a oferta de ações, a empresa pode se tornar o maior IPO (oferta pública inicial) do mundo, superando o recorde de US$ 22 bilhões da gigante chinesa de comércio eletrônico Alibaba em 2014. Painel publicitário mostra anúncio da Saudi Aramco em Riyadh, na Arábia Saudita Ahmed Yosri/Reuters A petroleira estatal saudita Saudi Aramco anunciou a venda de 1,5% da empresa, ou cerca de 3 bilhões de ações, ao preço de 30 a 32 riyals, na moeda local, que pode levar ao valor de mercado de US$ 1,7 trilhão. Com a oferta de ações, a gigante petroleira pode arrecadar até US$ 25 bilhões e se tornar o maior IPO (oferta pública inicial de ações) do mundo, superando o recorde de US$ 22 bilhões da gigante chinesa de comércio eletrônico Alibaba, em Nova York, em 2014. A faixa de preço estabelecida pela gigante petrolífera neste domingo (17) minou as expectativas do governo de arrecadar US$ 100 bilhões e chegar ao valor de mercado de US$ 2 trilhões. A Aramco não pode vender suas ações diretamente a investidores nos Estados Unidos e em outros mercados, uma vez que o IPO será restrito aos sauditas e às instituições estrangeiras autorizadas a investir na bolsa de valores da Arábia Saudita. A negociação das ações deve ser iniciada na Saudi Stock Exchange (Tadawul), em Riad. A Saudi Aramco lançou sua oferta pública inicial de ações em 3 de novembro. O príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, que divulgou a ideia há quase quatro anos, está buscando arrecadar bilhões de dólares para investir em indústrias não petrolíferas, criar emprego e diversificar o principal exportador de petróleo do mundo e se tornar menos dependente do petróleo. A reputação do príncipe herdeiro foi manchada pelo assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi no ano passado, enquanto as usinas de petróleo da Aramco foram atingidas em setembro por ataques que reduziram pela metade sua produção. A Aramco é a empresa mais lucrativa do mundo, com dividendos planejados de US$ 75 bilhões no próximo ano, mais de cinco vezes o da Apple. Mas a negociação das ações é uma aposta em um momento em que a demanda global por petróleo deverá desacelerar a partir de 2025 devido a medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e o aumento do uso de veículos elétricos. Também há um risco político, já que o governo saudita, que depende da Aramco para a maior parte de seu financiamento, continuará a controlar a empresa.
Veja Mais

17/11 - Saiba como é o plantio da soja em uma fazenda com tecnologia de ponta
Globo Rural foi até Mato Grosso do Sul acompanhar o dia a dia de uma propriedade em um dos principais momentos da safra. Saiba como é o plantio da soja em uma fazenda com tecnologia de ponta O plantio da soja está em ritmo acelerado em boa parte do Centro-Oeste do país, mas isso não significa que o trabalho dos agricultores começou apenas nesta época do ano. Meses antes, há muito planejamento para garantir uma safra cheia do principal produto do agronegócio brasileiro. Veja todos os vídeos do Globo Rural Em Mato Grosso do Sul, a semeadura do grão está atrasada por causa da falta de chuva. Até o momento, cerca de 50% da área no estado foi cultivada. Um cenário que exige ainda mais precisão do produtor rural. O Globo Rural foi até a fazenda Santo Antônio, em Maracaju, para acompanhar os trabalhos de campo em uma propriedade que tem tecnologia de ponta. A produção nos 2.300 hectares do local é típica de Mato Grosso do Sul: tem gado de corte, cana-de-açúcar e soja, principal fonte de renda e que ocupa 1.200 hectares. A administração é familiar e um dos proprietários é o agricultor Luís Alberto Moraes. Ele explica que o momento atual é importante para definir qual produtividade a fazenda vai conseguir na safra. Tudo com muito planejamento. Veja as etapas. Análise de solo e compra de insumos Uma das primeiras e mais importantes etapas antes do plantio é análise do solo. Na fazenda, o trabalho é feito com ajuda de uma novidade em tecnologia: quadriciclos. Primeiro, os veículos mapeiam a área via satélite. Depois, a máquina atinge um profundidade de 20 cm no solo e recolhe amostras a cada quatro hectares. Esse material depois é analisado em laboratório. Tudo é automatizado e não existe contato do técnico com a terra. Esta fase é o início da chamada agricultura de precisão. Com isso, agrônomo e produtor organizam a compra das sementes a partir das características de cada talhão, e já pensando no planejamento de colheita. O resultado dessas análises ajuda também o produtor a definir quais insumos que pode usar para melhoria do solo e a quantidade certa deles, o que evita desperdícios. Os laudos da qualidade do solo geram mapas que indicam as áreas que precisam de correção. Dessa forma, a aplicação de fertilizantes vai de acordo com a necessidade de cada ponto. "Aqui a gente sabe, metro a metro, a dose necessária [de fertilizante]. E o maquinário se autorregula, aplicando mais e menos, de acordo com o mapa que está inserido no controlador", explica o engenheiro agrônomo Fernando Rodrigues Alves Martins. O combustível para o maquinário é comprado com antecedência e precisa ficar armazenado de forma correta. Os defensivos e os adubos também, eles ficam em galpões esperando o início da semeadura. "Essa é uma preocupação grande que a gente tem. O que não pode acontecer de forma nenhuma é a gente atrasar o plantio por falta de insumos", afirma o produtor rural. Cuidado com as plantas daninhas Antes do plantio, é importante identificar as plantas invasoras. Elas precisam ser eliminadas com herbicidas. A aplicação também é feita com um maquinário moderno. "Antigamente, com pulverizadores antigos, essa operação era feita diretamente pelo aplicador, hoje a máquina faz isso sozinha, ela faz automaticamente esse processo", explica o engenheiro agrônomo Bruno Milan. "Ela desliga onde já foi pulverizado e automaticamente ela liga o sistema de pulverização novamente quando ela identifica que naquele ponto ainda não foi aplicado", completa Milan. Enfim, o plantio, mas... Depois de toda essa preparação, que dura meses, enfim chega a hora do plantio. Na propriedade visitada, o método de cultivo é o plantio direto, uma técnica essencial na agricultura brasileira. A semeadura é feita na palha da lavoura anterior, isso diminui, por exemplo, o impacto de uma chuva forte no solo, e mantém a temperatura ideal para as plantas, aumentando a produtividade. Com a modernidade, o operador não precisa mais dirigir o maquinário, as coordenadas de GPS direcionam o trabalho na lavoura. Para decidir o momento de colocar as máquinas no campo, o produtor tem que estar de olho no clima. Na fazenda visitada pela reportagem do Globo Rural, o plantio da soja nesta safra começou com um mês de atraso porque a chuva demorou pra chegar. "Se a gente planta com pouco umidade e não vem uma chuva para frente, o que pode acontecer? A planta vai emergir, ela vai emitir a sua raiz, mas ela não vai mais encontrar umidade, ela vai morrer", explica Luís Alberto Moraes. A eficiência do plantio, depende ainda da velocidade das plantadeiras, que não podem passar de 5 km por hora. "Se eu plantar muito devagar, eu não consigo plantar em tempo e me obriga a ter mais maquinários. Se eu plantar depressa demais, eu prejudico a qualidade do plantio. Então eu tenho que adequar a minha tecnologia embarcada das máquinas, com a quantidade de máquinas que eu tenho na fazenda", afirma Martins. Os dados levantados em todas as etapas, vão para um aplicativo de celular e todo mundo envolvido no plantio recebe as informações. O plantio dura em torno de 45 dias, e Moraes já está pensando nas próximas etapas. "A nossa vida é assim... a gente planta, cuida e colhe. Já vem outra cultura, planta de novo. Isso é oportunidade para muita gente, é uma satisfação enorme", afirma o produtor rural. Após o plantio, começa o monitoramento Terminada a semeadura da soja, começa a fase de monitoramento, que exige muita atenção, especialmente em relação às pragas porque nesta etapa, a planta ainda é muito frágil. Na fazenda visitada, o gerente operacional e os técnicos monitoram a área a cada três dias. O objetivo é evitar os ataques de lagartas, que deixam a planta neste estado. "A partir do momento que a planta não tem folhas, ela vai reduzindo a taxa de fotossíntese dela, chega um ponto que ela definha e morre. Cada centímetro de folha atacada representa muito", explica o gerente operacional Pedro Neves Neto.
Veja Mais

17/11 - Plantio da soja na Bahia está atrasado; Em Mato Grosso, agricultores antecipam vendas do grão
Início de safra no Brasil apresenta irregularidade nas chuvas e produtores tentam amenizar os prejuízos do atraso. Plantio da soja na Bahia está atrasado, mas agricultores estão otimistas O Brasil está no caminho para ser o maior produtor de soja do mundo. A produção do país deve chegar a 120 milhões de toneladas na safra 2019/2020. Se confirmado, o resultado vai ser 25% maior que a colheita dos Estados Unidos, principal concorrente do país neste mercado. Veja todos os vídeos do Globo Rural Mas o plantio está um pouco atrasado nas fazendas brasileiras e os agricultores aguardam a chegada da chuva para acelerar o trabalho. No oeste da Bahia, a área cultivada deve apresentar um leve crescimento (veja a reportagem completa acima). Até agora foram plantados apenas 10% por cento da área destinada para soja nessa safra no estado, que tem um total de 1,6 milhão hectares. Preços Produtores de soja de Mato Grosso antecipam vendas para evitar prejuízos com o replantio E com a demanda mundial de soja aquecida, agricultores de Mato Grosso, principal estado produtor do grão, já estão vendendo boa parte do que vão colher para aproveitar os bons preços oferecidos. A falta de regularidade das chuvas trouxe prejuízos em muitas áreas produtoras do estado. Agora, para cobrir os custos de produção, o sojicultor está antecipando as vendas para fazer caixa. O analista de mercado Vanderlei Angonese explica que o volume de negociações antecipadas está maior que no mesmo período do ano passado. "A porcentagem já comercializada da safra 19/20, nós estamos trabalhando em torno de 45 a 47% já de mercado já efetivado em função do preço, que está na casa de R$ 70 aqui para nossa região", afirma. Veja a reportagem completa acima.
Veja Mais

17/11 - Agricultores da Grande São Paulo estão na fase final da produção da 'flor do Natal'
Poinsétia é item tradicional na decoração das festas de fim de ano. Agricultores da Grande São Paulo estão na fase final da produção da 'flor do Natal' As festas de fim de ano estão chegando e, com elas, cresce a procura por uma planta que tem tudo a ver com a época: a poinsétia, também conhecida como "flor do Natal", que é usada para decorar o comércio e enfeitar casas. Veja todos os vídeos do Globo Rural Em Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo, o agricultor Tsutomu Makita trabalha com duas variedades: a vermelha e a branca e espera produzir 30 mil vasos. Nesta época do ano, o cultivo da planta é mais demorado e os cuidados com o manejo deve ser redobrado. Veja a reportagem completa acima.
Veja Mais

17/11 - Ataques de morcegos preocupam criadores de gado em Goiás
Animais podem transmitir o vírus da raiva nos bovinos e a Defesa Agropecuária do estado age para combater o problema. Ataques de morcegos preocupam criadores de gado em Goiás Criadores de gado de Goiás estão preocupados com o ataque de morcegos hematófagos, que são aqueles que se alimentam de sangue e podem transmitir o vírus da raiva pra pessoas e animais. Para enfrentar o problema, agentes da Defesa Agropecuária do estado fazem o controle da população desses bichos. Veja todos os vídeos do Globo Rural Em Goiás, o combate à raiva faz parte do calendário oficial de vacinação. A imunização é feita duas vezes ao ano: em maio e novembro. Ela é obrigatória em 121 municípios considerados de alto risco. Na primeira etapa, 13,7 milhões de animais foram vacinados. No resto do Brasil, a vacinação não obrigatória, mas o Ministério da Agricultura orienta que os animais que foram mordidos por esses morcegos sejam vacinados. No ano passado, o ministério registrou 1.053 casos de raiva em animais em todo o país. No primeiro semestre deste ano 451 animais foram contaminados, número menor que os 527 casos do mesmo período de 2018. Veja como é o trabalho de combate aos morcegos na reportagem acima.
Veja Mais

17/11 - Veja como fazer o transporte de colmeias de abelhas
Publicação da Epagri ajuda o apicultor a realizar o manejo correto da espécie jataí, que é aquela que não tem ferrão. Veja como fazer o transporte de colmeias de abelhas produtor rural José Paulo Souza, de Tupiaçu, interior de São Paulo, cria abelhas jataí, aquelas sem ferrão, e ele quer mudar a colmeia de lugar, mas não sabe como fazer. Veja outras dicas do Globo Rural Para ajudar Souza e outros apicultores, a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) tem a publicação: "Meliponicultura", que é como se chama a criação de abelhas sem ferrão. O livro traz diversas várias dicas de manejo. Você pode baixar o material de graça clicando aqui.
Veja Mais

17/11 - Preço do boi gordo atinge recorde em São Paulo
Segundo analista, exportações aquecidas para a China e fim de ano motivaram a alta. Preço do boi gordo atinge recorde em São Paulo A média de preços do boi gordo feita pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, no estado de São Paulo encerrou a semana em R$ 199,25, valor recorde. Considerando um mês inteiro, o índice teve alta de mais 21%. Veja todos os vídeos do Globo Rural O analista do Cepea Thiago Bernardino de Carvalho explica que as exportações aquecidas para a China e o fim de ano estão impulsionando a procura pela carne bovina, o que tem feito os preços dispararem. Veja análise completa acima.
Veja Mais

17/11 - Defensivos naturais na agricultura ganham espaço no Brasil e devem movimentar US$ 5 bi em todo mundo em 2020
Produtos biológicos reduzem o consumo de agrotóxicos e estão sendo bastante procurados pelos agricultores brasileiros. Produtos biológicos na agricultura ganham espaço e devem movimentar US$ 5 bi em 2020 O controle biológico de pragas e doenças está crescendo no Brasil. É cada vez maior o número de agricultores que adotam essa tecnologia, que reduz o consumo de agrotóxicos. No chamado "controle biológico", organismos vivos são usados para diminuir a população de uma determinada praga Veja todos os vídeos do Globo Rural E é um mercado que não para de crescer, de acordo com a associação que representa as fabricantes do setor. "O crescimento do controle biológico no Brasil é bastante evidente, quando comparamos o resultado do último ano agrícola, que foi cerca de R$ 464 milhões. Nós tivemos um crescimento de 77% frente a R$ 262 milhões na safra anterior", diz o diretor da Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico (ABCBio), Marcelo Poletti. Nos últimos 10 foram registrados cerca de 240 produtos biológicos para uso agrícola no Brasil. Em todo o mundo, a expectativa é que o controle biológico na agricultura movimente US$ 5 bilhões em 2020. Veja a reportagem completa acima.
Veja Mais

17/11 - Na plantação e na colheita: casais dividem trabalho na roça
Mais de 1 milhão de propriedades são administradas por casais no Brasil. Vida na roça em família Reprodução/TV TEM Agenor e Generci Dametto se conheceram em uma festa de casamento nos anos 90 e desde aquele momento tiveram certeza de que ficariam juntos para sempre. É uma união marcada também pelo trabalho no campo. Depois de anos trabalhando para outros produtores, eles conseguiram comprar um pedacinho de terra. São cerca de seis hectares na zona rural de Porto Feliz (SP). Hoje, tocam juntos as plantações de uva e limão. Já são 25 anos juntos no campo. Agenor conta que é uma parceria que vale para todos os afazeres. O casal nunca teve outro emprego na vida. Foi a partir dos frutos da terra que construíram tudo o que têm. (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 17/11/2019) Vida na roça em família Ana Paula segue os passos dos pais. Ela faz parte da terceira geração da família que lida com a terra. Tudo começou com o bisavô italiano. Aos 23 anos, ela é formada em pedagogia, geografia e fez especialização em psicopedagogia, mas é no campo que se vê no futuro, ganhando a vida e mantendo a tradição familiar. Em outro sítio próximo, Mércia e Roberto Petronieri também trabalham. Eles se casaram nos anos 1980 depois de uma safra de uva. Os filhos ajudaram nas parreiras até a adolescência. Depois, seguiram rumos diferentes e hoje vivem na cidade. Vida na roça em família Reprodução/TV TEM Roberto, bem humorado, conta que nos momentos de desentendimento, como é comum em toda relação, a saída é trabalhar em um canto da propriedade e a esposa no outro. Mércia acrescenta que outra solução é trabalhar sem conversar, mas nada que não seja superado para que logo outro dia na lida recomece. O último Censo Agropecuário do IBGE mostrou que a cada cinco propriedades uma é administrada por um casal. Isso equivale a pouco mais de um milhão de propriedades no Brasil. Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes Sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo
Veja Mais

17/11 - Custo de tratamento de sementes com terra diatomácea é menor
Terra diatomácea é eficiente contra caruncho. Custo de tratamento de sementes com terra diatomácea é menor Reprodução/TV TEM O início de safra é sempre um momento de expectativa. E entre as escolhas que o produtor tem que fazer está a da semente que será usada. Muitos agricultores usam as sementes oferecidas pela Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável. Elas recebem um tratamento com produto natural: a terra diatomácea, que é o pó de uma rocha formada por algas marinhas. O engenheiro agrônomo Márcio Luiz Mondini explica que, quando o inseto anda sobre a semente tratada, a terra diatomácea adere e retira a umidade que o inseto tem. Com isso, vai deixar de se reproduzir e se alimentar, morrendo dentro de quatro dias. (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 17/11/2019) Custo de tratamento de sementes com terra diatomácea é menor Antes de serem plantadas, as sementes precisam de proteção para evitar o ataque de pragas. A mais conhecida é popularmente chamada de caruncho, um inseto minúsculo que estraga os grãos. Eles ficam furados e não germinam. Márcio explica que o custo para tratar quimicamente uma tonelada de semente é de R$ 30, o que deve ser repetido a cada três meses. Com o uso da terra diatomácea, o custo é de apenas 1/3 do valor, além de ser um tratamento definitivo. Custo de tratamento de sementes com terra diatomácea é menor Reprodução/TV TEM Em Avaré (SP), em uma unidade de beneficiamento, os melhores grãos são selecionados antes de serem encaminhados aos agricultores. Depois dessa etapa, a terra diatomácea é misturada às sementes. Toneladas do produto ficam armazenadas em um barracão. Parte das sementes vai para a alimentação animal, mas o maior volume é destinado ao plantio de novos milharais. Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes Sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo
Veja Mais

17/11 - Embraer anuncia venda de três jatos E195-E2 por US$ 212,6 milhões a aérea nigeriana
Em abril, empresas já haviam fechado acordo para outras 10 aeronaves do mesmo modelo. Pedido da Air Peace agora prevê 13 jatos E195-E2, com direito a compra a outras 17 aeronaves. Embraer também anunciou venda de outros três jatos E-190. Air Peace vai ser a primeira operadora africana do modelo E195-E2 Embraer/Divulgação A Embraer, fabricante de aeronaves brasileira, anunciou a venda de mais três jatos E195-E2 à Air Peace, companhia aérea nigeriana. O valor do contrato está avaliado em US$ 212,6 milhões e o pedido será incluído na carteira do quarto trimestre de 2019. Além dessa encomenda, a Embraer também anunciou venda de outros três jatos E-190 (veja mais abaixo). O acordo, anunciado na feira de aviação Dubai Airshow 2019, é para três jatos E195-E2 adicionais no pedido da aérea nigeriana, que confirma os direitos a compra do contrato original assinado em abril. À época, o acordo era para 10 jatos do mesmo modelo com possibilidade de compra de mais 20. Segundo a Embraer, a primeira entrega está prevista para o segundo trimestre de 2020, o que deixa a Air Peace prestes a se tornar a primeira operadora dos E-Jets E2 na África. Os jatos E195-E2 da Air Peace terão uma configuração de duas classes com 124 assentos. O E190-E2 é produzido na sede da Embraer, em São José dos Campos (SP). A Air Peace opera mais de 20 rotas locais, regionais e internacionais e tem planos estratégicos para expandir esses destinos. E-190 A Embraer também anunciou neste domingo a venda de três aeronaves E-190 para a Ciaf Leasing. A encomenda está avaliada em US$ 161,4 milhões e também será adicionada à carteira de pedidos da Embraer do quarto trimestre de 2019. Os aviões integrarão a atual frota da Ciaf composta por três jatos E170, dois dos quais estão arrendados pela Jasmin Airways e o outro pela Air Cairo. A Ciaf também deve receber dois jatos E195 em meados de novembro. As três aeronaves serão entregues no quarto trimestre de 2020.
Veja Mais

17/11 - Agricultor constrói trator com material reciclável
Até peças de fogão e mangueira de piscina foram usadas no trator. Agricultor constrói trator com materiais recicláveis Reprodução/TV TEM Os pés e as mãos estão firmes na terra, mas a imaginação sempre vai longe. Carlos Poli, 50 anos, nasceu e foi criado em sítios na região de Votuporanga (SP). Desde a infância, foi uma pessoa curiosa, que gostava de montar e desmontar os mais variados equipamentos. Atualmente, é na oficina que ele se realiza. Carlos nunca estudou engenharia, mas tem o dom de criar ferramentas, máquinas, engenhocas. Ele já fez engenho para moer cana, soprador de folhas e uma lambreta, entre tantas outras criações. Carlos sempre sonhou em ter um trator para ajudar na lida. Como não tinha dinheiro pra comprar, fez um. Todo o material é de reaproveitamento. (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 17/11/2019) Agricultor constrói trator com material reciclável Uma janela de ferro foi usada em parte da estrutura. O assoalho veio de um fogão, o quebra vento, que traz aquela sensação de bem estar para o motorista, já foi vidro de uma estante. A porta foi feita com passadeira de roupa e prateleira de supermercado. Já a estrutura do motor foi montada com diferentes peças de motor de carro, cano de PVC, mangueira de piscina e motor de moto. Foram necessários três meses para o trator funcionar para valer. Ele também tem uma barra hidráulica em que é acoplado o arado. Agricultor constrói trator com materiais recicláveis Reprodução/TV TEM É com o trator que Carlos prepara a terra para plantar arroz. O trator faz 10 quilômetros com um litro de etanol e já vem chamando a atenção das pessoas. O sucesso é tanto que Carlos pensa até em criar outras máquinas. Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes Sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo
Veja Mais

17/11 - Pequenas Empresas & Grandes Negócios: contatos de 17/11/2019
Veja como obter informações das empresas citadas no programa. Empreendedora usa hobby da época da escola para criar seu próprio negócio FROM GHETTO TO GHETTO Telefone/WhatsApp: (11) 96471-6226 Fanpage: @From Ghetto,to Ghetto Instagram: @fromghettotoghetto E-mail: juliana.smg@hotmail.com MC BITRINHO Instagram: @mcbitrinho Brasileiros abrem agência de viagem em Buenos Aires, na Argentina REAL TURISMO Rua Esmeralda 740, Sala 511, 1007 Buenos Aires – Argentina Telefones: + 55 (47) 98803-7122 / +54 (9 11) 5738-5328 Site: www.realturismoba.com Facebook: www.facebook.com/realbuenosaires Instagram: realturismo.ba E-mail: contato@realturismoba.com Boa relação com o fornecedor pode ser chave para sucesso do seu negócio CONSULTORA CLAUDIA BITTENCOURT BITTENCOURT CONSULTORIA Site: https://www.bittencourtconsultoria.com.br/ Endereço: Av. Paulista, 171 - 9 andar – Paraíso São Paulo -SP CEP - 01311-904 Telefone: (11) 3660-2201 Loja Rodalu Rua Marcos Azevedo,109 Pinheiros Telefone e watsapp: 11 38157099 Site: www.rodalu.com.br Email: atendimento@rodalu.com.br DONATELLI TECIDOS Al. Gabriel Monteiro da Silva 2113, São Paulo SP Tel. (11) 3887-1885 Av. São Gabriel 102, São Paulo SP Tel. (11) 3885-6988 ou 0800-12-7878 BELO HORIZONTE – Rua São Paulo 1895, BHZ – MG Tel. (31) 3337-2597 CURITIBA- Al. Dr. Carlos de Carvalho 860, CTB-PR Tel. (41) 3222-376 Site: www.donatelli.com.br Redes sociais: @donatellitecidos Uso adequado das redes sociais pode aproximar o cliente e trazer resultados STORYBRAND Alameda dos Jurupis, 1005 - 1º Andar – Moema São Paulo / SP – CEP: 04088-003 Telefone: (11) 5536-9436 Site: www.storybrand.com.br BUSGER – UNIDADE VILA CLEMENTINO Rua Borges Lagoa, 1050 – Vila Clementino + 09 endereços em São Paulo São Paulo / SP – CEP: 04038-002 Facebook: www.facebook.com/busger.official/ Site: www.busger.com.br Instagram: @busger Email: contato@busger.com.br SCARAMELLA PRESS Assessoria de Imprensa da rede BUSGER: Telefone: (11) 2765-8572 HAROLDO MATSUMOTO - CONSULTOR DE NEGÓCIOS PROSPHERA EDUCAÇÃO CORPORATIVA Rua Coronel Marcílio Franco, 524 - Vila Guilherme São Paulo / SP - CEP: 02079-000 Telefone (11) 2306-4516 Site: www.prosphera.com.br Instagram: @prospherabr Email: contato@prosphera.com.br SCARAMELLA PRESS Assessoria de Imprensa do consultor Haroldo Matsumoto: Telefone: (11) 2765-8572 Influenciadora digital dá dicas de como potencializar suas vendas com as redes sociais A EXPRESSÃO 5 Rua Cunha Gago, 700 - Pinheiros São Paulo / SP – CEP: 05421001 Telefone: (11) 3032-1500 Site: www.aexpressao5.com.br Facebook: www.facebook.com/aexpressao5 Instagram: www.instagram.com/aexpressao5 ISABELA MATTE - ECOMMERCE DE MODA Rua José Antônio Coelho 801 - Vila Mariana São Paulo / SP - CEP: 04012-060 Telefone: (11) 99132-9567 Site: www.isabelamatte.com.br Evento discute a herança negra de bairro famoso de São Paulo Casa Rocha 259 Rua Rocha, 259 Bela Vista São Paulo/SP - CEP: 01330-000 E-mail: casarocha259@gmail.com Facebook e Instagram: @casarocha259 Livraria Simples Rua Rocha, 259 – térreo - Bela Vista São Paulo/SP - CEP: 01330-000 Telefone: (11) 3443-9992/ (11) 99222-0345 Instagram: @livraria_simples Facebook: facebook.com.br/livrariasimples
Veja Mais

17/11 - Evento discute a herança negra de bairro famoso de São Paulo
“Negros do Bixiga” é o nome do projeto que traz moradores e ex-moradores para falar sobre a herança negra do famoso bairro de São Paulo. Evento discute a herança negra de bairro famoso de São Paulo Na próxima quarta-feira (20) se comemora o Dia da Consciência Negra. Em um imóvel no Bixiga, bairro do centro de São Paulo, um evento sobre esse tema é organizado por três empresas. “Negros do Bixiga” é o nome do projeto que traz moradores e ex-moradores para falar sobre a herança negra do famoso bairro de São Paulo. A ideia do tema foi do Wellinton Souza, curador do projeto, ele explica que o Bixiga, teve o primeiro quilombo da cidade de São Paulo, o Quilombo de Saracura. O local onde existiu esse quilombo é hoje onde fica a escola de samba Vai-Vai, que mantém um pouco dessa história da raiz negra. O passado é bem desconhecido para muita gente, já que o tradicional bairro é mais lembrado pela cultura italiana. "A gente não quer que essa história seja apagada, porque é uma história rica de um povo forte que construiu essa cidade", diz Wellinton Souza. Em uma das edições do encontro, o palestrante foi o Pai Francisco, o Babalorixá da casa de candomblé do bairro. A Isabel Roth é dona do imóvel onde é realizado o evento e também tem uma empresa no local. Ela explica que atrai clientes de uma maneira que é muito positiva e duradoura, porque, consegue construir uma relação a partir de interesses comuns. No térreo, funciona uma livraria, que começou com acervo pessoal dos sócios, Beto Ribeiro e o Felipe Faya. No último ano, a livraria cresceu mais de 100%, apesar da crise do mercado editorial. O motivo desse crescimento está no garimpo de raridades. O livro de Cartas de Anthero, por exemplo, custa R$ 350. Já a edição portuguesa da História Universal sai por R$ 1.500. Ao todo, são 17 mil títulos, que lotam as parede. Quanto mais raro, mais caro o livro. E o Beto se especializou em localizar o que os outros não têm pra vender, o diferencial são os livros sobre o movimento negro. A livraria usa o marketing indireto para se tornar conhecida. A feira de trocas de livro, gratuita, é um exemplo. E todo esse trabalho chama a atenção do público. Casa Rocha 259 Rua Rocha, 259 Bela Vista São Paulo/SP - CEP: 01330-000 E-mail: casarocha259@gmail.com Facebook e Instagram: @casarocha259 Livraria Simples Rua Rocha, 259 – térreo - Bela Vista São Paulo/SP - CEP: 01330-000 Telefone: (11) 3443-9992/ (11) 99222-0345 Instagram: @livraria_simples Facebook: facebook.com.br/livrariasimples
Veja Mais

17/11 - Influenciadora digital dá dicas de como potencializar suas vendas com as redes sociais
Isabela Matte, de 20 anos, tem uma rede com quase 400 mil seguidores. Ela diz que é necessário focar em conteúdo relevante para seu público e criar uma agenda de postagens para valorizar o produto. Influenciadora digital dá dicas de como potencializar suas vendas com as redes sociais A Isabela Matte tem 20 anos e uma rede com quase 400 mil seguidores. Ela é uma influenciadora digital, ou seja, uma pessoa que usa redes sociais para expressar opiniões e influenciar seus seguidores e são contratados por empresas como ferramenta de marketing. Na novela das 21h00, da Globo, “A Dona do Pedaço”, os influenciadores digitais ganharam espaço. Na ficção, Vivi Guedes, interpretada por Paolla Oliveira, tem uma vida de luxo graças ao trabalho nas redes sociais. Isabela diz que ela fica praticamente 24 horas gerando conteúdo para outras pessoas. Além de influenciadora digital, ela também é empresária e possui uma grife de roupas. Com dois perfis em redes sociais, um como pessoa física e outro como jurídica, ela conhece bem o poder de fogo dos stories. Ela explica que os stories é um link mais fácil para concluir sua venda. "Tem o link pra cima, em um deslize já chegou no seu site. É diferente de outras formas de postagem." E Isabela sabe também o que rende engajamento. Ela explica que engajamento vem de ser verdadeiro com o público que está do outro lado. “Engajamento vem de você ser verdadeiro com publico que está do outro lado. Você tem que ter constância de postagens, conteúdo relevante pra trazer valor pra pessoa do outro lado, não é só vender. É trazer valor agregar alguma coisa na vida dela.” Outra dica para uma empresa turbinar os stories é criar uma agenda para as postagens. Isabela sugere que empresas valorizem as pessoas nos stories, pois isso humaniza a marca. E, por fim, o responsável pelos stories da empresa tem que entender de métrica, para interpretar os números que estão por trás das postagens: quantos seguidores viram e o horário que tem maior número de curtidas. “É através de métricas que dá para ver o que está dando certo ou não. O que continua fazendo ou que não vale a pena continuar. Tem que ser uma pessoa que entenda de ser humano, plataforma e comportamento.” A EXPRESSÃO 5 Rua Cunha Gago, 700 - Pinheiros São Paulo / SP – CEP: 05421001 Telefone: (11) 3032-1500 Site: www.aexpressao5.com.br Facebook: www.facebook.com/aexpressao5 Instagram: www.instagram.com/aexpressao5 ISABELA MATTE - ECOMMERCE DE MODA Rua José Antônio Coelho 801 - Vila Mariana São Paulo / SP - CEP: 04012-060 Telefone: (11) 99132-9567 Site: www.isabelamatte.com.br
Veja Mais

17/11 - Uso adequado das redes sociais pode aproximar o cliente e trazer resultados
Mais de 80% da população brasileira está em uma rede social e gasta até três horas por dia para ver conteúdo. Assim, para se aproximar de vez do cliente é preciso fazer “stories”, ou seja, fotos e vídeos curtinhos, que são postados em redes sociais e são visualizados por um dia. Uso adequado das redes sociais pode aproximar o cliente e trazer resultados Mais de 80% da população brasileira está em uma rede social e gasta até três horas por dia para ver conteúdo. Assim, para se aproximar de vez do cliente é preciso fazer “stories”, ou seja, fotos e vídeos curtinhos, que são postados em redes sociais e são visualizados por um dia. O Rodrigo Arjonas cuida pessoalmente das redes sociais das hamburguerias que abriu em 2015, em São Paulo, Guarulhos e São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. E ele dá uma dica: as postagens dos “stories” tem que ser espontâneas. "Hoje o cliente está mais procurando coisas reais do que fictícias. A rede social não pode parecer que está vendendo alguma coisa e sim contando alguma coisa. Quando você força muito a barra que está vendendo algo, o cliente percebe", diz Rodrigo. Agora, como estamos acostumados a usar as redes sociais no dia a dia, pode parecer simples, mas é preciso ter uma estratégia. Uma publicação nos “stories” é diferente da publicação no “feed”, na página do perfil. Rodrigo diz que o “feed” é "voltado para o ambiente corporativo, é sério e vai ficar lá e se eternizar. Já os “stories” não. É uma comunicação rápida, para contar histórias". O bom é usar uma ferramenta para complementar a outra. E, não se deve postar apenas promoções ou propagandas, procurar sempre criar conteúdo interessante e útil. O consultor de negócios Haroldo Matsumoto diz que se exagerar muito, acaba ficando cansativo para o cliente. Também é preciso tomar cuidado para não abandonar. É necessário ter freqüência. STORYBRAND Alameda dos Jurupis, 1005 - 1º Andar – Moema São Paulo / SP – CEP: 04088-003 Telefone: (11) 5536-9436 Site: www.storybrand.com.br BUSGER – UNIDADE VILA CLEMENTINO Rua Borges Lagoa, 1050 – Vila Clementino + 09 endereços em São Paulo São Paulo / SP – CEP: 04038-002 Facebook: www.facebook.com/busger.official/ Site: www.busger.com.br Instagram: @busger Email: contato@busger.com.br SCARAMELLA PRESS Assessoria de Imprensa da rede BUSGER: Telefone: (11) 2765-8572 HAROLDO MATSUMOTO - CONSULTOR DE NEGÓCIOS PROSPHERA EDUCAÇÃO CORPORATIVA Rua Coronel Marcílio Franco, 524 - Vila Guilherme São Paulo / SP - CEP: 02079-000 Telefone (11) 2306-4516 Site: www.prosphera.com.br Instagram: @prospherabr Email: contato@prosphera.com.br SCARAMELLA PRESS Assessoria de Imprensa do consultor Haroldo Matsumoto: Telefone: (11) 2765-8572
Veja Mais

17/11 - Boa relação com o fornecedor pode ser chave para sucesso do seu negócio
A escolha do fornecedor é um item vital dentro de qualquer plano de negócio. E antes de escolher um fornecedor, é necessário analisar a distância entre ele e a sua empresa, o custo do frete, os prazos de entrega e a capacidade de fornecimento. Boa relação com o fornecedor pode ser chave para sucesso do seu negócio A escolha do fornecedor é um item vital dentro de qualquer plano de negócio. E antes de escolher um fornecedor, é necessário analisar a distância entre ele e a sua empresa, o custo do frete, os prazos de entrega e a capacidade de fornecimento. A consultora de negócios Claudia Bittencourt explica que é preciso escolher bem, negociar com fornecedor e, que existe um processo todo para fazer essa gestão. A Estela Plácido, dona de uma loja de roupas infantis, em São Paulo, há mais de 40 anos sempre fez isso. "O meu fornecedor tem que realmente estar estruturado pra cumprir com os prazos, saber o que ele está fazendo, em que momento, e me entregar dentro do prazo combinado", diz. Outra dica importante: nunca fique na mão de um só fornecedor. O ideal é ter pelo menos três para cada produto vendido. A Estela tem 20 e uma carta na manga: quase a metade do que ela vende não vem de fornecedores, ela mesma produz. “É interessante, porque eu consigo modelos diferentes, um preço mais competitivo no mercado, dando uma personalidade à loja", explica Estela. A negociação é outro ponto importante no relacionamento com o fornecedor. A consultora Claudia Bittencourt diz que às vezes o empresário varejista não tem essa habilidade de negociar, então ele deve pedir ajuda. "Na cabeça do fornecedor, ele sabe que já tem uma margem para negociar. Então é bom sempre pedir um desconto, sempre pedir um prazo maior porque tem margem para fazer isso. Outro ponto essencial para a relação dar certo é a parceria. O negócio precisa ser para os dois lados. “O fornecedor pode trazer informações importantes para o lojista porque ele está no mercado, atende outras lojas. Então pode dar dicas, 'olha o pessoal ta fazendo isso aí fora, tem ações que estão dando certo', então o fornecedor é um grande parceiro", completa Claudia. CONSULTORA CLAUDIA BITTENCOURT BITTENCOURT CONSULTORIA Site: https://www.bittencourtconsultoria.com.br/ Endereço: Av. Paulista, 171 - 9 andar – Paraíso São Paulo -SP CEP - 01311-904 Telefone: (11) 3660-2201 Loja Rodalu Rua Marcos Azevedo,109 Pinheiros Telefone e watsapp: 11 38157099 Site: www.rodalu.com.br Email: atendimento@rodalu.com.br DONATELLI TECIDOS Al. Gabriel Monteiro da Silva 2113, São Paulo SP Tel. (11) 3887-1885 Av. São Gabriel 102, São Paulo SP Tel. (11) 3885-6988 ou 0800-12-7878 BELO HORIZONTE – Rua São Paulo 1895, BHZ – MG Tel. (31) 3337-2597 CURITIBA- Al. Dr. Carlos de Carvalho 860, CTB-PR Tel. (41) 3222-376 Site: www.donatelli.com.br Redes sociais: @donatellitecidos
Veja Mais

17/11 - Brasileiros abrem agência de viagem em Buenos Aires, na Argentina
No VC No PEGN, os empresários Jefferson Venância e João Guilherme Becker contam como se conheceram e decidiram abrir uma agência de turismo na Argentina. Brasileiros abrem agência de viagem em Buenos Aires, na Argentina Já pensou em fazer uma viagem para a Argentina, mas tem receio de se enrolar no espanhol e se perder na bonita Buenos Aires? Foi com esse pensamento que dois amigos brasileiros criaram uma agência de viagens na capital do nosso país vizinho. Jefferson Venância e João Guilherme Becker se conheceram trabalhando com turismo em Buenos Aires. Jefferson já era dono de sua própria agência quando conheceu o amigo, e logo João o procurou para fazer uma sociedade. O investimento para abrir uma loja física foi de R$ 10 mil e mais R$ 15 mil para ter uma plataforma digital. “Hoje somos equipe de seis pessoas, três no Brasil e três em Buenos Aires pra recepcionar nossos clientes", explica João. Em Buenos Aires, a empresa dos amigos oferece passeios aos principais destinos turísticos da cidade e possui convênio com diversas empresas. “Hoje temos parceria com mais de 10 empresas diferentes entre elas casas de tango, empresas de passeio personalizado e translados. Hoje nossa empresa atende em media 200 grupos de brasileiros umas 500, 600 pessoas por mês." REAL TURISMO Rua Esmeralda 740, Sala 511, 1007 Buenos Aires – Argentina Telefones: + 55 (47) 98803-7122 / +54 (9 11) 5738-5328 Site: www.realturismoba.com Facebook: www.facebook.com/realbuenosaires Instagram: realturismo.ba E-mail: contato@realturismoba.com
Veja Mais

17/11 - Empreendedora usa hobby da época da escola para criar seu próprio negócio
Juliana começou a customizar tênis quando ainda estava na escola. Ela usava tinta guaxe no trabalho. Anos depois, quando a mãe ficou desempregada, ela decidiu virar empreendedora e passou a cobrar pelo serviço, que até então era só um hobby. Empreendedora usa hobby da época da escola para criar seu próprio negócio Juliana começou a customizar tênis quando ainda estava na escola, na Vila Brasilândia, em São Paulo. Ela usava tinta guaxe no trabalho. Anos depois, quando a mãe ficou desempregada, ela decidiu virar empreendedora e passou a cobrar pelo serviço, que até então era só um hobby. “Quem curtia mais umas coisas de marca e não tinha como comprar, se sentia melhor por conseguir ter uma coisa no bolso, no caso que eu conseguia proporcionar com o que a gente recebia – e as coisas foram fluindo", explica Juliana A customização sai por R$ 30 o par de tênis, e Juliana fatura entre R$ 600 e 900 por mês com esse trabalho. “Eu não faço esboço, minha coisa não é papel. Eu lavo o tênis, higienizo e criei", explica sobre o processo criativo de customização. O rapper Bitrinho é um dos clientes de Juliana. Ele conta que já usou os tênis customizados por ela em alguns vídeos de suas músicas e que eles chamaram a atenção. “Coloquei alguns tênis que ela customizou em videoclipe e a galera se interessava: nossa que tênis louco! Porque ele é totalmente personalizado né, não tem uma pessoa com tênis igual.” Juliana aceita encomendas e vende os tênis pelas redes sociais. Ela também criou um brechó, em que personaliza roupas e vende online. Além de customizar os tênis, a Juliana também coloca a mão na massa para divulgar seu produto. Empresta a câmera, chama a modelo, escolhe um cenário na periferia e faz as fotos. Afinal, é assim que nasce o estilo do gueto, que é o foco da empresa dela. "Tendo o foco todo como marketing daqui de dentro, tudo que é visto é produzido aqui dentro. O foco em si é nunca tirar a 'from gueto' daqui, da periferia. Saber que a mesma arte que está na rua pode estar em Paris, pode estar na França, pode estar em qualquer outro lugar. A gente tem que atingir primeiro aqui dentro pra depois ir lá pra fora.” FROM GHETTO TO GHETTO Telefone/WhatsApp: (11) 96471-6226 Fanpage: @From Ghetto,to Ghetto Instagram: @fromghettotoghetto E-mail: juliana.smg@hotmail.com MC BITRINHO Instagram: @mcbitrinho
Veja Mais

17/11 - Pelo menos 16 órgãos públicos abrem inscrições nesta segunda para cerca de 2 mil vagas
Cargos são para todos os níveis de escolaridade. Só na Prefeitura de Governador Valadares (MG) são oferecidas 1.150 vagas; salários chegam a R$ 12.455,30 no TRE do Pará. Pelo menos 16 órgãos públicos abrem as inscrições nesta segunda-feira (18) para 2.042 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Só na Prefeitura de Governador Valadares, em Minas Gerais, há 1.150 vagas em oferta. Já no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará, onde há três vagas, os salários chegam a R$ 12.455,30. CONFIRA A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS Veja abaixo os detalhes dos concursos que abrem as inscrições nesta segunda: Prefeitura de Governador Valadares (MG) Inscrições: até 18/12/2019 1.150 vagas Salários de até R$ 5.075,30 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) do Paraná Inscrições: até 22/11/2019 65 vagas Salários de até R$ R$ 3.657,27 Cargos de nível superior Veja o edital Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia Inscrições: até 22/112019 63 vagas Salários de até R$ 3.394,64 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva - IMES (SP) Inscrições: até 22/11/2019 35 vagas Cargos de nível superior Veja o edital Prefeitura de Castelo (ES) Inscrições: até 28/11/2019 35 vagas Salários de até R$ 9.565,89 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de São Bento do Sapucaí (SP) Inscrições: até 02/12/2019 43 vagas Salários de até R$ 4.081,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Sebastião Leal (PI) Inscrições: até 16/12/2019 75 vagas Salários de até R$ 5.000,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Riachinho (MG) Inscrições: até 17/12/2019 38 vagas Salários de até R$ 5.742,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Câmara de Cana Verde (MG) Inscrições: até 18/12/2019 4 vagas Salários de até R$ 2.500,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Gurinhém (PB) Inscrições: até 18/12/2019 38 vagas Salários de até R$ 1.200,00 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Prefeitura de Terra Santa (PA) Inscrições: até 27/12/2019 294 vagas Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Câmara Municipal de Bragança Paulista (SP) Inscrições: até 07/01/2020 5 vagas Salários de até R$ 4.731,15 Cargos de nível médio Veja o edital Prefeitura de Campo Grande (RS) Inscrições: até 19/11/2019 180 vagas Salários de até R$ 1.400,00 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Floresta do Araguaia (PA) Inscrições: até 17/12/2019 14 vagas Cargos de nível médio e superior Veja o edital Tribunal Regional Eleitoral do Pará (PA) Inscrições: até 18/12/2019 3 vagas Salários de até R$ R$ 12.455,30 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Associação Reabilitar (PI) Inscrições: até 18/12/2019 Cadastro Reserva Salários não informado Cargos de nível superior Veja o edital
Veja Mais

17/11 - Teve a conta no WhatsApp clonada? Saiba o que fazer
Blog também tira dúvidas sobre programa de edição de vídeos para o Android. (Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, utilize o espaço para comentários abaixo e escreva sua pergunta) Meu WhatsApp foi clonado. E agora? Oi, Ronaldo! Eu preciso da sua ajuda, pois divulguei o meu número de celular num anúncio em um site de vendas, e acabei fornecendo o código recebido por mensagem de SMS para um golpista. Agora ele está usando a minha conta para pedir dinheiro aos meus amigos. O que devo fazer? – Savana Oi, Ronaldo! Clonaram o meu WhatsApp após eu publicar um anúncio em um site de compra e venda. E agora? – Felipe Bassotto Olá! A minha conta no WhatsApp foi clonada, e agora os golpistas estão pedindo dinheiro em meu nome para os meus amigos. – Airton Costa Junior Olá, pessoal! Conforme as perguntas que vocês enviaram, possivelmente a técnica de phishing empregada pelos golpistas contou com engenharia social para obter o código de ativação com vocês. WhatsApp: como controlar a privacidade da sua conta Geralmente quando uma conta é roubada, o golpista configura a autenticação de dois fatores no aparelho dele. Isso impede que o verdadeiro dono da conta consiga recuperá-la. Quando isso acontece, é necessário seguir os passos descritos abaixo: Certifiquem-se que a linha de celular está ativa; Compartilhem um aviso sobre o ocorrido nas suas redes sociais; Enviem um e-mail para a conta support@whatsapp.com com a seguinte frase: "Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta" no corpo do e-mail. Informem o número de telefone no formato internacional +55 9 xxx xxx xxxx. A conta do WhatsApp permanecerá desativada durante trinta dias para que vocês consigam reativá-la, após esse prazo ela será apagada definitivamente. O atendimento do suporte pode levar até 3 dias úteis; Aguardem 7 dias úteis para tentar reconfigurar o WhatsApp novamente. Mas tem um detalhe, os 7 dias correspondem a inatividade completa das contas, o que na prática pode representar ainda mais tempo se o golpista estiver enviando mensagens. O ideal é contar o início desse período de inatividade quando o suporte do WhatsApp confirmar o bloqueio da conta; Após terem recuperado a suas contas, não esqueçam de habilitar a autenticação em duas etapas. WhatsApp Reprodução/G1 Programa de edição de vídeos para o Android Este programa Lightworks, que você indicou, funciona no Android? Se não, qual seria um similar gratuito? – Ialdo Vasconcelos Olá, Ialdo! O programa de edição de vídeos Lightworks é suportado apenas pelas plataformas Windows, GNU/Linux e Mac. Para o Android você pode usar um app com funcionalidades equivalentes, chamado Adobe Premiere Clipe, disponível na Play Store. Ilustração: G1
Veja Mais

17/11 - Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados em 17 estados nesta segunda, diz Anatel
Medida vale para Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Celular pré-pago com cadastro desatualizado será bloqueado na segunda-feira (18) Os celulares pré-pagos que não tiverem cadastro atualizado depois de terem recebido notificação das operadoras terão as linhas bloqueadas nesta segunda-feira (18). A medida da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vale para consumidores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Celulares pré-pagos estão perdendo espaço para os pós no Brasil Segundo a Anatel, menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral. Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas operadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. O objetivo, segundo a agência, é garantir uma base cadastral "correta e atualizada", a fim de evitar a ocorrência de fraudes (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores. Como atualizar o cadastro Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá fazer a atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro. Para garantir que o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada, o consumidor pode conferir os números utilizados pelas prestadoras para envio destas mensagens na página Cadastro Pré-Pago, no portal da Anatel na internet. Linhas bloqueadas em outros estados O Projeto Cadastro Pré-Pago foi dividido em 3 etapas. A primeira, que se termina nesta segunda, foi voltada à notificação dos consumidores com cadastro desatualizado. Ela foi subdividida em três fases: entre abril e agosto últimos, envolveu linha com código 62, do estado de Goiás, onde 4,3 mil linhas foram bloqueadas e 3,6 mil foram atualizadas – 46% dos cadastros notificados; entre agosto e outubro, foram incluídos o Distrito Federal e os estados do Acre, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia, Santa Catarina, Tocantins, além das regiões abrangidas pelos códigos 61 e 64, ambos de Goiás. Foram bloqueadas 40 mil linhas e mais de 29 mil foram atualizadas (37% das notificadas). agora, em 18 de novembro, as linhas dos demais estados notificadas e que não forem atualizadas serão bloqueadas. Em 2020, serão iniciadas a segunda e a terceira etapas do Projeto Cadastro Pré-Pago. Elas incluem um Portal de Consulta de Linhas por CPF, previsto para o dia 6 de janeiro, e "outras medidas para melhoria dos procedimentos de habilitação de novos chips", que a a Anatel não detalhou.
Veja Mais

16/11 - Por que a Lei Seca foi um fracasso retumbante nos EUA
Proibição foi tão descumprida que o consumo caiu apenas 20% no período de vigência. Lei Seca levou à ilegalidade a quinta maior indústria dos Estados Unidos Getty Images/BBC Nós economistas temos um pequeno problema de imagem. As pessoas acreditam que manipulamos descaradamente as estatísticas, fazemos previsões terríveis com excesso de confiança e jogamos água no chope. Possivelmente, parte da culpa é de um homem que, há um século, foi provavelmente o economista mais famoso do mundo: Irving Fisher. Foi ele que infamemente declarou em outubro de 1929 que as ações haviam atingido um "patamar permanentemente alto". Menos de dez dias depois, a Bolsa de Valores despencou em modo vertiginoso e deu origem ao período conhecido como a Grande Depressão. Quanto a festas, o mais bondoso que se pode dizer de Fisher é que era um anfitrião generoso. Como relata Mark Thorton em seu livro The Economics of Prohibition (A Economia da Proibição, em tradução livre), um convidado de Fisher escreveu: "Enquanto eu devorava uma sucessão de deliciosos pratos, ele comia um legume e um ovo cru". Um fanático pela boa forma física, Fisher evitava consumir carne, chá, café e chocolate. Tampouco bebia álcool. Era, aliás, um ardoroso defensor da Lei Seca, medida das autoridades americanas para proibir a produção e a venda de álcool adotada a partir de 1920. Foi uma mudança extraordinária que levou a quinta maior indústria do país para a ilegalidade, de uma hora para outra. Fisher fez outra previsão à época: "(Esse episódio) será escrito na história como o começo, como uma nova era mundial, da qual essa nação terá orgulho para sempre". Mas, na verdade, seu prognóstico sobre a Lei Seca se mostrou tão acertado quanto o da Bolsa de Valores em 1929: a proibição seria, no fim das contas, uma farsa. Irving Fisher acreditava que a Lei Seca marcaria o começo de uma nova era mundial Getty Images/BBC A lei foi tão descumprida que o consumo caiu apenas 20% no período de vigência, e acabaria revogada em 1933, em uma das primeiras medidas do novo presidente Franklin D. Roosevelt. Produtividade vs. embriaguez As raízes da Lei Seca americana são geralmente apontadas em torno da religião, mas a verdadeira preocupação dos economistas era a produtividade. As nações sóbrias seriam muito mais eficientes que aquelas com uma força de trabalho de bêbados? Primeiro carregamento de cerveja 'legal' chega à Casa Branca após fim da Lei Seca Getty Images/BBC Para confirmar sua teoria, Fisher tomou algumas liberdades com os números que usou. Ele argumentou, por exemplo, que a Lei Seca gerou US$ 6 bilhões para a economia americana (algo como US$ 90 bilhões em valores atuais). O problema é que esse número não veio de uma análise cuidadosa. Fisher se valeu de estudos com poucas pessoas que apontavam uma redução de 2% da eficiência depois de drinques com estômago vazio. Depois ele assumiu que trabalhadores tomavam cinco doses antes do trabalho, multiplicou os 2% por cinco e concluiu que o álcool levava a uma redução de 10% da produção. Duvidoso, para dizer o mínimo. Os economistas talvez tivesse se surpreendido menos com o fracasso da Lei Seca se pudessem ter saltado meio século na história e conhecido as análises de Gary Becker, prêmio Nobel de Economia, sobre "criminoso racional". Crime e demanda Para Becker, tornar algo ilegal simplesmente acrescentava um novo custo racional aos prós e contras calculados pelas pessoas: a penalidade caso você seja pego, modulada pela probabilidade de ser pego. É verdade que um drinque pode reduzir a produtividade? Getty Images/BBC Ele levava isso a sério. Na primeira vez em que eu o encontrei, ele estacionou o carro de um jeito que poderia lhe render uma multa. "Não acho que eles fiscalizem tão bem assim", defendeu. "Criminosos racionais", afirmava Becker, "vão oferecer mercadorias proibidas por um certo preço". Se os consumidores vão pagar esse preço depende do que os economistas chamam de elasticidade da demanda. Imagine, por exemplo, que o governo decida banir o brócolis. O mercado ilegal passaria a cultivar brócolis escondido e vendê-lo em becos escuros por preços inflados? É improvável, já que a demanda por brócolis é elástica. Eleve o preço e muitas pessoas passariam a comprar couve-flor ou repolho. Com o álcool, por outro lado, a demanda é inelástica: aumente o preço e muitos ainda continuarão pagando. Gary Becker recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade em 2008 por suas teorias econômicas Getty Images/BBC A Lei Seca americana se tornou uma bonança para criminosos racionais como Al Capone, que defendeu seu contrabando com ares empresariais. "Eu dou ao público o que o público pede", afirmou. "Nunca precisei mandar vendedores agressivos, já que eu nunca consegui suprir a demanda." Os mercados ilegais também variam seus incentivos. Seus competidores não podem te levar às autoridades, então por que não usar os meios necessários para estabelecer um monopólio? A teoria mais aceita indica que o aumento da violência durante a Lei Seca contribuiu para sua derrocada. Cada carregamento de mercadorias leva consigo um risco, então por que não guardar espaço para um produto mais potente? Durante a Lei Seca, o consumo de cerveja caiu em relação ao de destilados. A tendência se inverteu depois do fim da proibição. Por outro lado, o que impede o corte de custos reduzindo a qualidade do produto? Al Capone não foi condenado por contrabando, mas por evasão fiscal Getty Images/BBC Proibições Os Estados Unidos não foram o único país a implementar uma Lei Seca, a exemplo da Islândia e da Finlândia. Atualmente, as nações que mais restringem a venda de álcool tendem a ser as islâmicas. Outras têm restrições parciais. Nas Filipinas e em algumas partes da América Latina, por exemplo, não há venda de álcool durante as eleições. A Tailândia adota vetos durante festas budistas, à exceção dos "free shops" de aeroportos. Nos EUA, sob um legado da Lei Seca, em alguns Estados há cidades que permitem a venda de álcool, mas estão localizadas dentro de condados "secos", onde o comércio é proibido. Outros não permitem que condados ou cidades tenham restrições ao álcool mais rígidas que a lei estadual. Há aqueles em que vinho e destilados só podem ser vendidos em lojas operadas pelo governo estadual. E alguns locais têm restrições à venda de bebidas alcoólicas aos domingos. Essas leis inspiraram o economista Bruce Yandle a cunhar uma expressão que se tornou comum no ramo da economia chamada de teoria da escolha pública: "contrabandistas e batistas". A ideia é que as regulações frequentemente estão apoiadas por uma surpreendente aliança entre moralistas e cínicos em busca de lucro. Segundo a teoria de Yandle, os "batistas" são aqueles que acreditam que a maconha é ruim. Os "contrabandistas" são os criminosos racionais que lucram com drogas ilícitas, tal como qualquer outro que tenha um interesse econômico nas leis antidrogas, como os burocratas que recebem salários para fazer as leis serem cumpridas. Consumo de maconha tem sido cada vez mais permitido ao redor do mundo Getty Images/BBC Nos últimos anos, essa aliança tem perdido força: a maconha passou a ser permitida em diversos lugares do mundo, como a Califórnia, o Canadá, a Áustria e o Uruguai. Os acalorados debates sobre o tema continuam em outros países. Se vamos impor um custo aos produtores de maconha, isso deveria ser feito aplicando leis contra a venda da droga ou colocando imposto sobre elas? No Reino Unido, o Instituto de Assuntos Econômicos, centro que estuda o livre mercado, tem analisado as cifras sobre a demanda elástica em torno da maconha. Calcula-se que um imposto de 30% erradicaria quase por completo o mercado ilegal, renderia quase US$ 1 bilhão para o governo e levaria ao consumo de drogas mais seguras, da mesma maneira que a revogação da Lei Seca levou à produção de bebidas alcoólicas mais seguras. Hoje não é difícil encontrar economistas que se oponham à proibição da maconha: pelo menos cinco prêmios Nobel defenderam o fim da chamada "guerra às drogas", e a adoção de "políticas baseadas em evidências e baseadas em rigorosas análises econômicas". Naturalmente essa evidência se concentra na produtividade. Alguns estudos concluem que a maconha afeta as capacidades. Outros não identificaram efeito algum. Uma pesquisa atípica e pouco provável identificou que fumar um "baseado" proporcionava um impulso a curto prazo para os trabalhadores. Fico pensando qual seria a reação de Irving Fisher. Tim Harford escreve a coluna "Undercover Economist", do Financial Times. Esse texto faz parte da série "As 50 coisas que fizeram a economia moderna", transmitida pela BBC World Service. Ouça aqui em inglês.
Veja Mais

16/11 - Maia diz que tentará votar reforma tributária no plenário da Câmara até março
Presidente da Câmara falou a jornalistas em Nova York. Atualmente, Câmara e Senado discutem separadamente propostas de mudança nos impostos. Intenção é criar texto comum. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) Marcelo Camargo/Agência Brasil O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou neste sábado (16) que a reforma tributária pode ser votada em março no plenário da Casa. Maia ainda não tinha citado prazos para a análise da proposta. A declaração foi dada a jornalistas em Nova York, onde o presidente da Câmara recebeu o prêmio Woodrow Wilson de Serviço Público. "A nossa intenção é trabalhar esses dois meses [novembro e dezembro], ter o texto pronto até o final do ano e, assim que o Congresso seja reaberto, que a gente possa votar na comissão e até março no plenário", afirmou. Questionado sobre o "clima" no Congresso para a aprovação de mudanças nos impostos, Maia argumentou que a reforma tributária "nasceu" na Câmara e no Senado, o que facilitaria o avanço da medida no cronograma estabelecido. "Então, há um comprometimento maior, maior responsabilidade dos parlamentares no texto que foi criado pela Casa. Isso facilita a tramitação", disse. Atualmente, Câmara e Senado discutem propostas diferentes de reforma tributária. O governo chegou a dizer que apresentaria uma proposta própria, o que ainda não ocorreu. A intenção é que as duas Casas e o governo consigam criar um texto comum. O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) é o relator da reforma tributária na Câmara. A proposta em análise foi apresentada pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP) e pelo economista Bernard Appy. No Senado, a matéria está sob a relatoria de Roberto Rocha (PSDB-MA). O texto foi apresentado por um grupo de senadores e encampou a proposta apresentada pelo então deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), que chegou a ser aprovada em comissão especial na Câmara, mas não chegou a ser analisada em plenário. "O deputado Baleia junto com o Appy e a equipe econômica vão começar, junto com os senadores, principalmente o Roberto, vão começar a dialogar e tentar construir um texto que resolva esse problema que ainda existe no setor de serviços, por causa da alíquota do novo imposto de bens e serviços", afirmou. Em linhas gerais, os textos em análise por deputados e senadores propõem simplificar a cobrança de tributos com a unificação de vários impostos. A carga tributária, porém, seria mantida. O que muda seria a forma de cobrança, que passaria a ser no consumo e não na produção, além da redistribuição dos recursos arrecadados. Maia disse estar otimista de que a reforma tributária seja aprovada no ano que vem. Ainda sobre a pauta econômica, o presidente da Câmara afirmou que o projeto de lei que garante autonomia ao Banco Central está pronto para ser votado em plenário. De acordo com Maia, o texto está bem "maduro" e tem "bastante apoio para ser aprovado". "Vou ver se na próxima semana eu organizo com os líderes a votação das prioritárias até a última semana do ano, para que a gente possa escolher quatro ou cinco projetos importantes, autonomia [do Banco Central], saneamento, PPP [Parcerias Público Privadas], recuperação judicial, que são temas importantes junto com os projetos da nossa agenda social, que vão ser apresentados na próxima semana pela deputada Tabata [Amaral". Prisão após 2ª instância Maia reafirmou sua posição sobre um caminho alternativo para retomar a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. O presidente da Câmara defende a alteração de trechos da Constituição que não sejam cláusulas pétreas e que, portanto, possam ser modificados. Isso porque a proposta de emenda à Constituição (PEC) em discussão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara altera inciso do artigo 5º segundo o qual "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória". Pela PEC, o inciso passaria a dizer que "ninguém será considerado culpado até a confirmação de sentença penal condenatória em grau de recurso". Maia afirma que esse trecho da Carta Magna trata de "direitos e garantias individuais" e, portanto, é considerado cláusula pétrea. "Aquilo que o constituinte originário disse, que a garantia individual de cada um de nós, ela precisa ser preservada, porque hoje é um tema que tem muito apoio na sociedade, mas ela abre um precedente pra termos que podem gerar restrições à democracia brasileira. Por isso que nós temos que trabalhar com outras frentes que tenham o mesmo resultado, sem a gente correr o risco de enfraquecer a constituição brasileira", ponderou. Maia afirma que na próxima semana um grupo de deputados deve apresentar uma PEC que altera os artigos citados por ele. A proposta tornará os recursos extraordinário e especial, analisados pelo STF e STJ respectivamente, ações autônomas. Com isso, estes recursos às cortes superiores não impediriam a execução imediata das decisões dos tribunais de segunda instância. "O que alguns deputados estão fazendo, que pra mim é o caminho mais seguro, não quer dizer que não vai judicializar, é tentar mexer nos artigos da Constituição que tratam do recurso especial, o artigo 102 e 105, o que dá o mesmo resultado sem nenhum risco de no Supremo a gente ter mais uma mudança nesse tema", argumentou.
Veja Mais

16/11 - Ladrões encapuzados invadem fazenda em MT e roubam mais de R$ 200 mil em agrotóxico
Segundo a PM, o gerente e o funcionário foram obrigados a levaram toda carga de agrotóxico para uma caminhonete. Ladrões encapuzados invadiram uma fazenda nesse sábado (15) em Feliz Natal, a 518 km de Cuiabá, e roubaram mais de R$ 200 mil em agrotóxico. Segundo a Polícia Militar, o gerente da fazenda fez a denúncia. Ele explicou que a carga de agrotóxico havia sido comprada um dia anterior a data do assalto. A carga, avaliada em R$ 226 mil, foi entregue por uma empresa na fazenda. Na noite de sábado, vários homens encapuzados invadiram a propriedade, renderam a mulher do gerente e um funcionário. As vítimas foram ameaçadas de morte e agredidas com coronhadas. Ainda conforme a PM, o gerente e o funcionário foram obrigados a levaram toda carga de agrotóxico para uma caminhonete. Os assaltantes fugiram no veículo e não foram encontrados. Um outro carro usado na fuga pelos assaltantes foi abandonado depois que teve problemas mecânicos.
Veja Mais

16/11 - Bill Gates passa Bezos e volta a ser o mais rico do mundo
Cofundador da Microsoft voltou à liderança no ranking dos mais ricos do mundo com fortuna avaliada em US$ 110 bilhões, ultrapassando o CEO da Amazon, que agora tem patrimônio de US$ 108,7 bilhões, de acordo com a Bloomberg. Bill Gates voltou a ser o homem mais rico do mundo Divulgação Bill Gates voltou à liderança no ranking dos mais ricos do mundo, com fortuna avaliada em US$ 110 bilhões, ultrapassando o CEO da Amazon, Jeff Bezos, que agora tem patrimônio de US$ 108,7 bilhões, de acordo com a Bloomberg. Gates, de 64 anos, recuperou a liderança nesta sexta-feira (15), com a valorização acumulada das ações da Microsoft de quase 48% este ano. O índice da Bloomberg, que rastreia a riqueza das 500 pessoas mais ricas do mundo, é atualizado a cada dia de negociação após o fechamento dos mercados nos EUA. O cofundador da Microsoft havia superado brevemente Bezos como o homem mais rico do mundo no mês passado, depois que os resultados fracos do terceiro trimestre da Amazon fizeram com que Bezos perdesse quase US$ 7 bilhões em valor de mercado. Bezos, de 55 anos, passou a liderar o ranking dos mais ricos do mundo em 2018, com patrimônio de US$ 160 bilhões, tirando Gates da liderança que ele ocupava desde 1994. Contribuiu para a volta de Gates ao topo do ranking a valorização da Microsoft após o contrato de US$ 10 bilhões assinado em outubro com o Pentágono para serviços de computação de nuvem - a Amazon era a favorita na licitação. O terceiro lugar no ranking agora é ocupado pelo presidente da LVMH (dona da Louis Vuitton), Bernard Arnault, que acumula fortuna de US$ 102,7 bilhões. Gates estreou na primeira lista de bilionários da Forbes em 1987, com um patrimônio líquido de US$ 1,25 bilhão. Gates perdeu parte de sua fortuna após doações no total de US$ 35 bilhões desde 1994 para a Fundação Bill & Melinda Gates, entidade filantrópica que tem com sua esposa. Bezos entrou na lista da Forbes em 1998, um ano depois que a Amazon foi aberta, com um patrimônio líquido de US$ 1,6 bilhão. Em julho, Bezos finalizou o divórcio com MacKenzie Bezos, dando a ela 4% de participação na Amazon, equivalente a US$ 38 bilhões.
Veja Mais

16/11 - Veja os destaques do Globo Rural deste domingo (17/11/2019)
Programa mostra como é o plantio da soja em uma fazenda com tecnologia de ponta e como funciona todo o planejamento da atividade e mais notícias do campo. Veja os destaques do Globo Rural deste domingo (17/11/2019) No Globo Rural deste domingo (17), você vai ver como é o plantio da soja em uma fazenda com tecnologia de ponta, que está localizada em Mato Grosso do Sul. A produção do grão é a principal atividade do agronegócio brasileiro e exige muito planejamento dos agricultores. Veja todos os vídeos do Globo Rural Tem ainda notícias sobre a alta no preço da arroba do boi gordo, as vendas antecipadas de soja em Mato Grosso, o controle de morcegos para evitar a raiva em bovinos e mais notícias do campo. Não perca. O Globo Rural começa a partir das 8h30.
Veja Mais

15/11 - XP registra oferta pública inicial de ações nos EUA
Empresa informou que pretende ter suas ações listadas na Nasdaq. A XP Inc, controladora da XP Investimentos entre outras empresas, entrou com registro para oferta pública inicial de ações nos Estados Unidos, de acordo com documentos enviados pela companhia à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado norte-americano. XP pretende ter suas ações listadas na Nasdaq sob o código XP Reuters A empresa informou que pretende ter suas ações Classe A listadas na Nasdaq sob o código "XP" e que o Goldman Sachs, o J.P. Morgan, o Morgan Stanley, o Itaú BBA e o Citigroup estão entre os subscritores do IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial). A XP disse ainda, no documento enviado à SEC, que a ação Classe A dará direito a um voto por ação, enquanto a ação Classe B, que não estará à venda no IPO, dará direito a 10 votos por ação. A companhia, que se apresenta como a maior plataforma independente de investimentos do país, com 1,5 milhão de clientes, afirma no prospecto preliminar da oferta que pretende usar os recursos a serem captados na oferta primária para entrar em novos segmentos da indústria financeira, como corretagem de seguros, em cartões de crédito, banco digital e empréstimos com garantia. A XP também pretende "ingressar em novas geografias onde podemos aproveitar nossa experiência em educação financeira e capacitação financeira para criar novas classes de investidores e desintermediar os serviços bancários em outros mercados altamente concentrados", segundo o documento. Por fim, a XP diz ainda que pode usar recursos para financiar possíveis oportunidades de aquisição futura, embora tenha observado que não há nenhum plano nesse sentido atualmente. Fundada em 2001, a XP cresceu fortemente nos últimos anos, aproveitando o crescente interesse de pessoas físicas por novas classes de investimentos, à medida que o juro básico da economia tem caído para mínimas históricas. A plataforma também é dona das marcas Rico e Clear. No final de setembro, os clientes da XP tinham cerca de R$ 350 bilhões em ativos investidos. A companhia afirmou no documento que teve R$ 3,4 bilhões em receita líquida nos primeiros nove meses deste ano e R$ 699 milhões de lucro líquido. Executivos do bloco XP Controle, a GA Bermuda e o fundo DYNA III serão acionistas na oferta secundária.
Veja Mais

15/11 - Pesca de mais 7 espécies de peixes é proibida em Rondônia
Proibição aconteceu devido ao período de defeso. Pesca do Tambaqui e Pirarucu já estava proibida no estado. Peixe surubim está na lista de proibição Naturatins/Divulgação A pesca de mais sete espécies de peixes está proibida a partir desta sexta-feira (15) devido ao período de defeso. Segundo a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), nos próximos quatro meses a pesca fica proibida porque este é o período de reprodução dos peixes nos rios rondonienses. A partir desta sexta-feira, é crime pescar peixes das seguintes espécies: Surubim Filhote Caparari Pirapitinga Jatuarana Dourada Pescada A pescaria destas sete espécies está proibida até 15 de março de 2020. Neste período, a Policia Militar Ambiental (PMA) intensificará a fiscalização pelos rios do estado. Os peixes criados em cativeiros não são proibidos para venda. Em uma campanha nas redes sociais, a Secretaria do Meio Ambiente de Porto Velho solicita que população não compre ilegalmente os peixes de rios no período de defeso e que procurem lugares com certificados da origem do produto. Tambaqui e Pirarucu Segundo a Sedam, o período de defeso para o Tambaqui já tinha iniciado no estado, em 1° de outubro, e vai seguir até 31 de março de 2020. Já a pesca do Pirarucu estava proibida em Rondônia desde 1° de novembro. Para esta espécie, o defeso só encerra em 30 de abril de 2020.
Veja Mais

15/11 - Juros baixos por longo período podem gerar instabilidade, aponta Fed
Conclusão aparece em relatório bianual sobre a estabilidade no sistema financeiro americano. Taxas de juros baixas por um período prolongado de tempo podem gerar instabilidade no sistema financeiro. É o que aponta o Federal Reserve (Fed) em seu relatório bianual sobre a estabilidade do sistema financeiro nos Estados Unidos divulgado nesta sexta-feira (15). "Se as taxas de juros permanecerem baixas por um período prolongado, a lucratividade dos bancos, seguradoras e outros intermediários financeiros podem sofrer estresse e estimular o comportamento de alcançar o rendimento, aumentando a vulnerabilidade do setor financeiro a choques subsequentes." Sede do Federal Reserve em Washington, nos Estados Unidos Chris Wattie/Reuters O Fed também identificou que os preços elevados de ativos e o endividamento historicamente alto das empresas americanas são algumas das principais vulnerabilidades enfrentadas pelo sistema financeiro dos EUA. O banco central citou riscos potenciais vinculados a empréstimos corporativos não financeiros, particularmente empréstimos alavancados. Em um documento divulgado junto com o relatório, a diretora do Fed Lael Brainard alertou que a combinação de spreads de crédito muito baixos e o alto nível de endividamento das empresas não financeiras, inclusive por meio de empréstimos alavancados, “merece maior vigilância”. Apesar disso, o relatório conclui que os riscos gerais ao sistema financeiro dos EUA estão “razoavelmente moderados”, com o núcleo do setor financeiro “resiliente, com alavancagem baixa e risco de financiamento limitado”.
Veja Mais

15/11 - Os 'indestrutíveis' robôs do MIT capazes de dar saltos mortais e jogar futebol
Vídeo mostra protótipos criados por laboratório de robótica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos. Os 'indestrutíveis' robôs do MIT capazes de dar saltos mortais e jogar futebol BBC O laboratório de robótica do Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT) testou um novo tipo de protótipo no campus da universidade, nos Estados Unidos (veja o vídeo). Robôs devem ter aparência humana ou não? Polícia 'prende' robô aspirador suspeito de roubo a casa nos EUA São os robôs chamados pelos pesquisadores de mini cheetah (ou mini-guepardo). Os 'indestrutíveis' robôs do MIT capazes de dar saltos mortais e jogar futebol BBC Com 9 kg, eles podem dar cambalhota e correr a até 8 km/h – apesar de impressionante para um robô, no entanto, ainda está muito longe da velocidade máxima de um guepardo real, que pode atingir até 120 km/h. Nove deles foram testados. No futuro, eles vão poder ser usados em situações de emergência. Mas agora, servem para pesquisas – e para divertir pesquisadores e alunos.
Veja Mais

15/11 - United Airlines retomará voos do Boeing 737 MAX em março de 2020
Companhia aérea previa inicialmente retomar o uso do Boeing 737 MAX em janeiro do ano que vem. A United Airlines anunciou nesta sexta-feira (15) que, assim como suas rivais Southwest e American Airlines, voltará a utilizar os aviões Boeing 737 MAX a partir de março de 2020. Foto aérea mostra vários aviões Boeing 737 MAX no aeroporto internacional Grant County em Moses Lake, nos EUA Lindsey Wasson/Reuters A companhia aérea tinha falado até agora de janeiro de 2020 como eventual data para reativar os voos comerciais dos aviões 737 MAX, cuja frota global ficou paralisada após dois acidentes que causaram a morte de 346 pessoas. Mas agora, a companhia prevê retomar o uso deste modelo a partir de 4 de março, o que representa o cancelamento de 2.800 voos em novembro, 2.300 em dezembro, 1.700 em janeiro, 1.600 em fevereiro e 168 em março. A United afirmou, em comunicado, que está fazendo o possível para "minimizar o impacto sobre os planos de viagens" de seus clientes. O calendário para a retomada de voos deste modelo nos Estados Unidos permanece incerto. A Boeing afirmou nesta segunda-feira que esperava receber autorização da agência americana de regulação da aviação (FAA) em dezembro e que os 737 MAX voltem a voar em janeiro. A Southwest, o maior cliente do 737 MAX com 34 exemplares em sua frota no momento da paralisação, anunciou em 8 de novembro que retomará os voos desses aviões em 6 de março. A American Airlines, que tem 24 unidades, estabeleceu 5 de março.
Veja Mais